Loading...

domingo, 30 de janeiro de 2011

Momentos na vida de Cristo


Momentos na vida de Cristo

É lícito o divórcio?

Às vezes Jesus tratava de uma série de perguntas. Uma delas era se o divórcio era lícito. Essa pergunta tem grande valor prático, uma vez que vivemos num país em que uma grande porcentagem de casamentos acaba em divórcio.

É lícito divorciar-se? Jesus respondeu que não. “Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:6; Marcos 10:9). O divórcio é errado porque separa o que Deus uniu. O divórcio é errado porque prometi ficar com a minha esposa até que a morte nos separasse, e, se violar esse voto, torno-me um mentiroso. O divórcio é errado porque leva a minha esposa a cometer adultério (Mateus 5:31-32). O divórcio é errado ainda que eu não me case de novo.

Se sou divorciado, posso casar de novo? Jesus disse: “Quem repudiar sua mulher e casar com outra comete adultério; e aquele que casa com mulher repudiada pelo marido também comete adultério” (Lucas 16:18). Paulo explicou que a lei de Deus liga uma pessoa ao seu parceiro até a morte. Portanto, se alguém casa com uma pessoa estando ligado a outra, esse alguém comete adultério (Romanos 7:3-4). Divorciados que casarem de novo cometem adultério enquanto o cônjuge legítimo viver.

Há uma exceção a esse ensino. Jesus disse: “Não sendo por causa de relações sexuais ilícitas” (Mateus 19:9). Se alguém se divorcia por causa de relações sexuais ilícitas e se casa de novo não comete adultério. Se alguém é abandonado pelo cônjuge por qualquer motivo, entretanto, ele comete adultério ao se casar de novo. E o que abandona o seu cônjuge por outro motivo que não a prática sexual ilícita está cometendo adultério ao se casar de novo. O ensino de Jesus continua válido apesar da tentativa humana de se desviar dele.

–por Gary Fisher

Nenhum comentário: