Loading...

sábado, 17 de outubro de 2009

galeria de fotos.



Você já recebeu presente em embrulhos feios

"Humilhai-vos, portanto, debaixo da potente mão de Deus, para que Ele, há seu tempo, vos exalte." (1ªPedro 5:6)


Conta-se que depois de uma grande tempestade, um menino que estava passando férias na casa de campo do seu avô, o chamou para a varanda e falou:

- Vovô, corre aqui! Me explica como esta figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para abraçar seu tronco se quebrou, caiu com o vento e com a chuva, e este bambu tão fraco continua de pé?

- Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento.

O bambu nos ensina sete coisas. Se você tiver a grandeza de ser humilde como ele, vai experimentar as maiores vitórias em sua vida e terá paz em seu coração.

A primeira verdade: O bambu nos ensina e a mais importante é a humildade diante dos problemas e das dificuldades. Não devemos enfrentar os problemas e as dificuldades que passamos na vida confiados em nossa própria força, mas confiados na força dAquele que é o único Deus, e que nos chama para ser vencedor! Devemos nos curvar diante de Deus e pedir a Ele que nos ajude a passar pelas tempestades da vida.

A Segunda verdade : O bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima ele tem para baixo também. Precisamos aprofundar a cada dia nossas raízes em Deus, na oração, na leitura e na comunhão com Ele.

A Terceira verdade: Você já viu um pé de bambu sozinho? Apenas quando é novo. Antes de crescer ele permite que nasçam outros ao seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. Eles estão sempre grudados uns nos outros, tanto que de longe parecem com uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos.

Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.

O homem precisa viver em um bando de amigos.
A amizade é indispensável para o bom funcionamento da memória humana e para a integridade do próprio eu. Milan Kundera, escritor tcheco, escreveu em seu último livro, "A Identidade", sobre amizade. Ele chama os amigos de testemunhas do passado e diz que eles são nosso espelho, que através deles podemos nos olhar.

Vai além: diz que toda amizade é uma aliança contra a adversidade, aliança sem a qual o ser humano ficaria desarmado contra seus inimigos. Mas amizades verdadeiras são testadas pelo tempo. Não sabe se enfrentarão com solidez as tempestades ou se serão varridos numa chuva de verão.

Muitas vezes decepções nos fazem desejar não ter mais amigos, mas apesar de tudo ninguém vive sem amigos, amigos para rir, amigos para chorar. Aprenda somente a selecionar suas amizades. E descubra que apesar das decepções é bom ter amigos.

A Quarta Verdade: O bambu nos ensina a não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, ou seja, em grupo, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, muitas vezes é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos.

A Quinta Verdade: O bambu é cheio de ''''''''nós'''''''' (e não de eu''''''''s). Como ele é oco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Não devemos pedir a Deus que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Como já relatei, eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.

A sexta verdade: O bambu é oco, vazio de si mesmo. Ser oco significa ser vazio de nós mesmos, e estarmos prontos para sermos cheios de Deus em nossa vida.

A sétima verdade: O bambu só cresce para o alto, não cresce para as laterais. Ele busca as coisas do alto. Este deve ser nosso objetivo, nossa meta. Seu objetivo seja o Senhor! Olhe para Deus, para o propósito de Deus em nossa vida. Ele deve ser o centro da nossa vontade. (autor desconhecido).

Deus nos manda presentes muitas vezes empacotados em embrulhos feios, sem laços bonitos, presentes que quando recebemos temos o desejo profundo de rejeitá-los.

Crescer não significa estar sempre em evidência.
Crescer não significa estar sempre no pódio.
Crescer não significa estar sempre em destaque.
Crescemos caindo.
Crescemos chorando.
Crescemos famintos e sedentos.
Crescemos aparentemente fracassando.

Deus está fazendo de você que agora lê trecho do livro um “VASO DE HONRA EM SUAS MÂOS”.

Ele já te escolheu. Dedique-se ao tempo de curtimento na presença do Senhor. Deixe que Ele crie as circunstâncias para te moldar, permita que Ele junte a você o Fruto do Espírito e esteja pronto para ser usado por Ele.
Existem pessoas que precisam de você.



--
Fique na Paz do Senhor Jesus!

Suzana Souza,

O SENHOR é o meu único Deus.

J
Eu
Sou
Único
Salvador.
Ouça diariamente: Momentos de Paz

Nenhum comentário: