Loading...

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

.TENHO UMA DOENÇA, MAS NÃO ESTOU DOENTE (David Baeta)

.



“O espírito do homem o sustenta na doença, mas o espírito deprimido, quem o levantará?”
(Provérbios 18.14)

Confesso que não imaginava que o câncer fosse se manifestar tão rápido em meu organismo. Afinal, fazia 11 meses de operado; uma cirurgia pesada, demorada, arriscada e de grande porte. Estava na expectativa de ficar um bom tempo sem a doença (talvez para o resto da vida). Entretanto, de modo assintomático, surge um novo tumor no meu fígado e, como num filme rebobinado, todo o sofrimento cirúrgico, CTI, Semi-intensivo, Quimioterapia e tudo o mais não são uma realidade distante.
O diagnóstico médico é que devo me submeter a nova cirurgia imediatamente, e que depois dela virá mais uma etapa na qual me submeterei a sessões de quimio, com todo o seu desconforto.
Esses últimos três anos tem tido de uma pancada atrás da outra. Imagino o que se passa na cabeça da minha esposa, que tem suportado e sofrido todas estas coisas comigo. Por favor! Orem sempre por ela pedindo força e conforto da parte de Deus, e não somente por ela, mas também por nossas filhas.
Tenho um grande amigo chamado Marcello Queiróz. Há poucos dias liguei para ele e num determinado momento da conversa, quando falava com ele sobre o retorno da doença, ele me disse: David, você é um cara forte. Você está com uma doença, mas não está doente. Interessante foi que lembrei que o oncologista, que há três anos cuida de mim, disse a mesma coisa. A doença surge, mas não me faz adoecer. Até agora os procedimentos médicos têm sido satisfatórios dentro das possibilidades de uma doença insidiosa como o câncer.
Digo a você amado leitor deste artigo que há algo mais do que os procedimentos médicos poderiam fazer. Creio na existência do Deus Todo-Poderoso. Creio nele de todo o coração. Creio em suas intervenções. Sei que ele cura a quem quiser, e dá forças a outros para suportarem situações humanamente implacáveis quanto esta que estou a viver.
O texto bíblico que acima trancrevi é um suporte para mim. Realmente o espírito fortalecido por Deus sustenta a pessoa no seu tempo de angústia, no seu tempo de doença. Dentro de alguns dias me submeterei à terceira grande cirurgia em três anos. Em média é uma por ano. Entretanto, tenho vivido um inexplicável otimismo. Uma paz muito grande. Humanamente é impossível explicar isto. É algo que vai além de uma terapia psicológia (muito embora não abro mão dela, pois minha terapeuta, Dra Miria Ribeiro, tem me abençoado tremendamente); minha explicação para isso que sinto, para esta paz e otimismo, é que Deus está com as suas boas mãos sobre mim; Ele é o Meu Pastor e nada me faltará.
Há momentos em que meus olhos ficam molhados por um choro que não sai. Em outros momentos penso em todo o desconforto e riscos que vêm aí. Há horas em que parece que vou esmorecer. Nesses momentos lembro de que não devo permitir que o meu espírito se deprima. Busco a Deus, oro, submeto-me à sua soberania e cuidados pastorais. Ele sempre tem uma forma de me fortalecer. Por isso digo: Tenho uma doença, mas não estou doente (abatido), pois o meu Pastor está comigo.
...Seu amigo pastor David Baeta
www.davidbaeta.com
baetadavid@gmail.com

Nenhum comentário: