Loading...

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Jesus Cristo mudou meu viver.( Por Email envie o seu Também)‏


Existe um lugar em nós de onde brota a vontade de alcançar objetivos. Os obstáculos existentes entre nós e estes objetivos fazem com que, muitas vezes, eles permaneçam existindo apenas dentro de nós mesmos, como algo distante, inatingível, inalcançável, um sonho.

Segurar nas mãos as chaves da casa construída da maneira que sempre se imaginou, sentir o vento soprar enquanto se dirige o carro importado, ser admitido no emprego que sempre se quis, conseguir a bolsa na faculdade, ver uma situação de sofrimento acabar. Os sonhos povoam os corações de todos e servem de combustível para a vida.

Existe, no entanto, um erro que se costuma cometer quando se acredita que a felicidade está condicionada à realização dos sonhos. Um amigo me disse uma vez que a felicidade é como um encaixe triangular onde as pessoas teimam em tentar inserir peças redondas ou quadradas; assim, por mais que persiga a felicidade, suas realizações sempre se mostram insuficientes para alcançá-la.

Quando o homem foi criado, foi colocado num jardim onde nada lhe faltava. Adão e Eva não precisavam de casas, carros nem faculdades. Num mundo onde os objetivos modernos não existiam, pode parecer que o tédio imperava, mas, tendo tudo à mão entregue pelo Criador, o homem sentia-se completamente realizado.

O lugar de onde brota a vontade de alcançar objetivos surgiu dentro do ser humano, quando este teve a comunhão com Deus interrompida. Hoje, para, suprir a falta desta comunhão, surgiram os “sonhos” – as peças redondas e quadradas.

A busca pela realização pessoal, através das realizações, faz com que as pessoas se frustrem, já que, por mais objetivos que alcancem, não conseguem ver o vazio preenchido, por não perceberem que as peças não encaixam.

A busca pela felicidade termina quando se entende que a peça capaz de nos completar totalmente é a comunhão perdida no Éden.

O que faz as pessoas correrem desesperadamente atrás de realizações é a necessidade do preenchimento interior. No entanto, acabam por perceber, quando alcançam seus sonhos, que permanecem vazias.

Uma coisa interessante a ser notada é que sonho não é coisa exclusiva dos seres humanos. Deus também sonha. Quando viu que a mais sublime das criaturas que havia criado caiu frente ao pecado, distanciando-se da comunhão com o Criador, sonhou em resgatá-la. Para realizar seu sonho, traçou um Plano que incluía a morte de seu próprio Filho.

Se o “sonho” do ser humano é se sentir realizado, com o vazio de seu coração preenchido, e, sabendo que este preenchimento interior só acontece através da Comunhão com o Criador; então, a realização do sonho de Deus, acaba sendo, também, a realização do sonho da humanidade. Você pode não saber, mas o que acha que lhe trará satisfação acabará mostrando-se insuficiente para tanto.

Devemos buscar coisas boas na vida: um bom emprego, boa formação, constituir uma bonita família. Mas nada será capaz de nos trazer felicidade completa se não encaixarmos a peça correta. Convide hoje o Criador para fazer parte de sua vida. Isso será possível se reconhecer que, até aqui, vivendo do seu próprio jeito, não alcançou a realização que desejava e que acredita que, através do Plano traçado por Deus e pela morte de Jesus Cristo em nosso lugar para nos livrar dos pecados, pode viver de forma plena.

Todos os dias, Deus sonha com você, desejando ardentemente tê-lo como amigo. Realize o sonho de Deus e todos os seus sonhos estarão realizados.



Adans Jefferson

Nenhum comentário: